11 de ago de 2011

Fantasias


Te despirei com minha boca e
Meus pensamentos.
Tomarei teu corpo por inteiro e
Por horas irei governá-lo,
Tornando submisso aos meus caprichos.
Invadirei tua alma
Dominarei seus medos e suas fraquezas.
Beberei teu néctar saboreando cada
Gota de sua essência.
E como uma abelha faminta
Irei saciar meu apetite.
Seremos dois corpos mergulhados em
Perfumes, suor prazer.
Tua boca minha busca
E teu corpo meu refúgio.
Definir nosso amor será
Meramente impossível.
Minhas mãos te guiarão por sensações
Nunca antes vividas por mortais.
Conhecerás de perto a verdadeira razão
De meus desejos e caprichos.
Experimentando verdadeiramente em meu ser
O universo infinito de minhas fantasias.