19 de set de 2009

Pin-ups

Sensualidade à moda antiga

Em Paris, dois artistas, Alphonso Mucha e Jules Cheret, criaram as primeiras imagens de mulheres em poses sensuais para pôsteres, com trabalhos marcados pela presença de contornos e detalhes. A arte dos pôsteres virou escola e influenciou artistas até as primeiras décadas do início do século 20, quando os calendários também passaram a trazer desenhos de mulheres com silhuetas idealizadas pela imaginação masculina da época. E é justamente a partir do ato de pendurar ilustrações nas paredes que o nome pin-up (em inglês, pin up) surgiu



Fotografadas para revistas, anúncios, cartões e maços de cigarros e teatro revista transformava dançarinas em estrelas. Destinadas à exibição informal, as pin-ups constituem-se num tipo leve de erotismo. As mulheres consideradas pin-ups são geralmente modelos e atrizes. Nos anos 40,s e 50,s quem fazia realmente as cabeças dos homens eram as pin-ups, para quem não sabe eram como se fossem as coelhinhas da PlayBoy da nossa geração, só que bem mais artísticas e performáticas apesar da pouca roupa.



A verdadeira pin-up jamais poderia ser vulgar ou oferecida, apenas convidativa. Asseguradas pelos traços sofisticados vindos da art-nouveau, elas vestiam peças de roupa que deixavam sutilmente à mostra suntuosas pernas e definidas cinturas. Era o bastante para alimentar a fantasia dos marmanjos.





O que faz uma foto pin-up é a provocação, cria um mistério na foto e você se envolve com o que está acontecendo. De uma forma doce e provocante você fica curioso em saber o que a garota da foto vai fazer o que não acontece nas revistas masculina.


Com os filmes pornográficos e revistas de nu feminino a partir dos anos 70, a indústria do sexo passou a desmanchar a aura misteriosa dessas mulheres


Pin ups pós-modernas




Antes de existir a Playboy, os homens, "estimulavam", digamos, seus sentidos, com desenhos de mulheres. Tais desenhos, que ficavam em pôsteres ou calendários, reproduziam mulheres sensuais, voluptuosas, com cinturinha fina e uma carinha assustada, geralmente fazendo biquinho. Com o tempo, os desenhos foram substituídos por modelos reais.




Eis aí a gênese do fascismo estético. É devido a essas mulheres irreais que hoje somos engolidas por um culto da beleza, que exije que sejamos magras, porém curvilínias, depiladas e sexys.
Quem seriam as nossa pin ups pós-modernas? Essa é fácil! Danielle Winitz, Juliana Paes, Viviane Araújo, , Sabrina Sato.